Praia dos Carneiros, uma forte candidata ao título de praia mais bonita do Brasil

↩Voltar

É uma tarefa bastante difícil eleger a praia mais bonita do Brasil. Mas que a Praia dos Carneiros está entre as finalistas, disso eu não tenho a menor dúvida.

Ela já foi eleita algumas vezes como a mais bonita do Estado de Pernambuco e é classificada com quatro estrelas pelo Guia Quatro Rodas.

Tive o prazer de conhecer esse lugar paradisíaco nessas últimas férias e fiquei simplesmente encantada!

E o que faz dela uma praia tão especial?

Primeiro, ela é metade praia de mar e metade praia de rio, o que faz com que as águas do mar e do rio se confundam, formando uma paisagem muito bonita e um tanto peculiar.

Segundo, a cor da água é linda de morrer!! De um azul esverdeado que não é fácil encontrar por aí…

Terceiro, as várias piscinas naturais têm acesso facílimo, ficam bem perto da areia e a temperatura da água é uma delícia. Além disso, de dentro delas, além de poder ver os tantos peixinhos coloridos que passeiam à sua volta, é possível admirar tanto a paisagem de rio quanto a de mar, já que elas ficam bem no meio das duas.

Quarto, apesar de paradisíaca, a praia tem estrutura suficiente para hospedagem e alimentação de qualidade e muito bom gosto. Isso sem que os guarda-sóis, quiosques, espreguiçadeiras e ambulantes tenham invadido a faixa de areia da praia (e estragado a paisagem, como aconteceu, por exemplo, com Porto de Galinhas).

Quinto, a igrejinha de São Benedito (do Século 18!), que fica ao final da praia de rio, dá um charme todo especial para o lugar.

Sexto, a Praia dos Carneiros muda muito ao longo do dia. Sua paisagem varia de acordo com a maré. Ou seja, se você vai dar uma volta pela praia de manhã (antes das 9h, por exemplo) e outra depois das 3h da tarde, você vai encontrar duas praias completamente diferentes, como se você estivesse em outro lugar. E o melhor: a praia é linda tanto na maré baixa quanto na alta!

Até por isso acho que Carneiros é um destino em si. Não recomendo um passeio de um dia apenas, seja de Recife ou de Porto de Galinhas. Na minha opinião, só mesmo se hospedando por lá para sentir e conhecer a praia de verdade. Até porque, na minha opinião, os melhores momentos de Carneiros são justamente de manhãzinha e ao entardecer.

A Praia dos Carneiros fica na cidade de Tamandaré, a aproximadamente 104 km ao sul de Recife (e 44 km após Porto de Galinhas).

Recomendo alugar um carro no aeroporto de Recife (já deixe agendado, claro) e partir de lá. É só seguir em direção a Cabo de Santo Agostinho, pela BR-101, e de lá seguir pela PE-60 para as praias do litoral Sul.

A viagem de Recife a Carneiros leva aproximadamente 1h20. Entre Porto de Galinhas e Carneiros, são uns 50 minutos. Um dos problemas da estrada é que tem bastante caminhão (principalmente por conta do Porto de Suape). E uma boa parte da estrada é de pista simples (com muuuuitos caras sem amor à vida, que ultrapassam em locais proibidos, sem dó nem piedade). Mas a sinalização é boa. Só complica um pouquinho quando já se está perto de Tamandaré (justamente no momento em que o GPS costuma nos abandonar). Fique atento, pois não é preciso entrar na cidade para chegar à Praia dos Carneiros (assim também dá certo, mas você vai dar uma volta).

Ouvimos dizer que está sendo construída uma nova estrada que vai facilitar ainda mais o acesso à Praia dos Carneiros, ligando-a à PE-60. Por um lado, é bom porque vai economizar um bom tempo de viagem. Mas, por outro, Carneiros é daqueles lugares que a gente torce para que pouca gente descubra (infelizmente, só assim tem sido possível preservar lugares como esse).

Quanto à hospedagem, acho que o ideal (apesar do preço mais alto) é ficar perto da divisa entre o mar e o rio (para poder aproveitar bem as duas praias). O cartão de visitas da Praia dos Carneiros é justamente a imagem dos bangalôs rústicos e charmosos, como esses da foto abaixo (do Pontal dos Carneiros Beach Bungalows, muito bem localizado).

É bom pesquisar bem antes de escolher sua pousada ou hotel. Não só a localização, mas os preços (na maioria das vezes, um tanto salgadinhos) podem variar, e o tipo de hospedagem também (de simples pousadinhas a hotéis de verdade; do mais rústico ao mais sofisticado).

Algumas sugestões: Bangalôs do GameleiroPousada Praia dos Carneiros (onde fica o restaurante Arikindá), Resort Praia dos CarneirosPousada Sítio da PrainhaBaia Branca Beach Resort (mais longe; tem que ir de carro), Hotel Coral Beach Resort. Uma opção mais simples (e barata): Pousada do Farol.

Para comer, não há lugar melhor do que o restaurante Beijupirá. A comida é sensacional!

Se você não for para a Praia dos Carneiros, mas tiver a oportunidade de ir para Olinda, Fernando de Noronha, Porto de Galinhas ou Praia do Laje, em Alagoas, não deixe de conhecer esse restaurante, que tem filiais em todos esses lugares. A maioria dos pratos demora em torno de 45 minutos para ficar pronta, mas vale muuuuuito a espera (é só não ir morrendo de fome).

Chegue cedo (tipo meio-dia) na alta temporada e faça o pedido no bar que eles têm na praia, mas coma no restaurante (assim você consegue aproveitar a praia durante os tais 45 minutos de espera e eles te chamam para sentar à mesa do restaurante – onde não venta nem há moscas – quando o prato fica pronto).

O carro-chefe do restaurante são os pratos de peixe chamados “beiju” alguma coisa, como o beijupitanga, o beijucanela e o beijumanga. São deliciosos!! E, para mim, o camarão Carmem Miranda é o campeão. Veja o cardápio aqui para ficar com água na boca!

Acho que comida boa mesmo, só mesmo no Beijupirá. Mas se você não quiser gastar tanto, o Bora Bora tem pratos mais simples mas que parecem bons também. O melhor do lugar é a estrutura, principalmente se você vai com crianças ou com um grupo grande de pessoas.

Algumas dicas práticas:

- Recomendo que você faça uma grande e farta refeição por dia, preferencialmente no almoço. À noite, acho que o melhor é fazer um lanchinho ou ir comer uma pizza na cidade.

- Aproveite bem o dia desde cedo. Principalmente porque a partir de umas 10h da manhã, os catamarãs já começam a aportar na praia, com um número suficiente de turistas para deixar as piscinas naturais mais sem graça. E como não há horário de verão, amanhece bem cedo (o Sol sempre dá um jeito de ir entrando pelas frestinhas desde as 5h da manhã) e anoitece por volta das 18h. Além disso, a maré sobe muito à tarde e não dá para caminhar pela praia no fim do dia (muito menos correr).

- Não deixe de passe filtro solar! Como venta bastante, você não percebe o Sol queimar.

- É possível fazer passeios de barco, pelo mangue, para a Ilha do Coqueiro Solitário, com direito a banho de argila. Dizem que vale a pena, mas eu tenho minhas dúvidas.. (me parece um pouco de enganação turística; eu não arrisquei).

- Leve chinelos para as piscinas naturais. Facilita muito a locomoção por causa das pedras e dos ouriços (que não são poucos!).

E, por fim, acho bom você conhecer logo a Praia dos Carneiros, antes que a muvuca de Porto de Galinhas tome conta dessa praia também!

Deixar resposta