Posts em Categorias

Geral

33555969391_7b3d0c85bc_o

Eu já moro em Los Angeles há mais dois anos, mas consigo me apaixonar todo dia por uma mesma rua: a Abbot Kinney. Eu sei que parece exagero, mas eu tenho certeza que pode acontecer com mais gente, por isso resolvi escrever um post inteiro sobre esse pedacinho de Venice. E aí, tá pronto pra se apaixonar?

A Abbot Kinney foi batizada assim nos anos 90 em homenagem ao homem que construiu os canais de Venice, que aliás merecem a sua visita também e ficam ali pertinho. Meus amigos americanos falam que nessa época ela era perigosa e sem graça, bem diferente de hoje. Além de ser super segura e charmosa,  a Abbot Kinney é famosa por enaltecer o comercio local, e aí está o “pulo do gato”, por causa disso, ela tem muito mais personalidade do que uma 5 avenida, cheia de lojas enormes e franquias. Todos os estabelecimentos da rua são especiais, então tire umas horinhas pra andar com calma e curtir cada um deles.

Restaurantes:

A rua é conhecida pelos restaurantes delícias, orgânicos, sem frescura e baladinhos. Quando eu digo “baladinhos”, significa: reserve antes de ir. Ok, se você não se programou direito, não tem problema, tente a sorte de qualquer jeito. A dica é seguir os horários brasileiros de almoço ou jantar que você tem mais chance. O povo aqui come bem cedo, ou seja,`as 9 da noite você vai ter mais chance de conseguir mesa do que`as 7.

Gjelina

gjelina

Maior clássico de Venice, é um dos restaurantes favoritos da família Obama, mas não se preocupe, o prato mais caro, custa uns 35 dólares. Com um bom preço, ambiente agradabilíssimo e comida de lamber os dedos, esse queridinho das celebridades vai ser seu queridinho também. Falando em celebridades, se você for lá de dia de semana tem grande chances de encontrar figuras de Hollywood. Não queria criar expectativas aqui, mas já vi até Jay Z e Beyonce comendo pizza na minha frente.

o-gjelina

O restaurante serve pratos de certa forma pequenos, ainda mais comparados com o resto dos Estados Unidos, então a dica é pensar no Gjelina como um lugar de tapas e dividir alguns pratinhos entre todos, assim vocês vão experimentar mais coisas e curtir um pouco mais a cultura deles.

gjelina

Além de ser uma delícia à noite, o Gjelina também é uma ótima opção para almoço e brunch. Então se tiver passando na Abbot Kinney, dá uma conferida.

32872976423_7d6b24b7a6_o

Logo ao lado do Gjelina(essa casa marrom) tem um Gjalina versão take-away, caso você esteja com pressa e quiser economizar.

Tasting Kitchen

Quando você descobrir onde é o Gjelina, é só andar mais uns 2 quarteirões e vai chegar no Tasting Kitchen. Outro clássico, um pouco menos turístico, é um dos preferidos de quem mora em Los Angeles. Eu fico na dúvida de qual eu gosto mais, o bom é que se um tiver cheio, você pode tentar ir no outro.

tast

O Tasting Kitchen é a cara da cidade, um lugar lindo, moderninho e devoto da alimentação saudável. Tudo é orgânico e fresco. A manteiga, pão e frios são feitos por eles mesmos. Já na entrada você confere uma linda horta em que eles colhem todos os seus temperos, enfim, tudo muito bem cuidado. Com um preço um pouco superior ao Gjelina, mas mesmo assim bem justo, oferece pratos fantásticos, combinações mais diferentonas e uma carta de vinhos e drinks parrudinha. Tudo o que eu já comi é especial, as pastas frescas são incríveis!

Captura de Tela 2016-05-17 às 22.18.51

O restaurante abre todos os dias para jantar e abre para brunch/almoço (das 10:30-2:30) aos fins de semana. O cardápio de brunch é meu preferido, eles têm uma polenta com molho de tomate que só de imaginar….hmmmmm. Além dos clássicos americanos e sobremesas bem açucaradas.

Restaurantes Vegetarianos

Pra quem gosta de restaurantes vegetarianos, a Abbot Kinney vai parecer um paraíso.

Butcher’s Daughter

Outro restaurante com a cara de LA, todo fofinho e estiloso. O cardápio, que muda de acordo com a disponibilidade de produtos frescos, é sempre repleto de pratos gostosos e muito bem temperados. Aquela história de comida vegetariana sem sabor não cola por aqui. Tudo vem de produtores locais e tudo obviamente é orgânico. Eles também são excelentes padeiros, cada pão delícia, viu?!

Plant Food + Wine

Matthew Kenney Culinary School é famosa por ser uma das melhores, se não a melhor, escola de culinária vegetariana em LA. Eles têm uma pegada extremamente moderna e são especializados em comida vegana e “raw”. Com todo esse sucesso eles resolveram abrir um restaurante pra divulgar mais abertamente seus valores e assim criaram o Plant+Food + Wine.

O ambiente, especialmente na varanda, é agradabilíssimo. Se você quiser experimentar o que existe de mais moderno no mundo vegetariano, dá uma passada lá, e não esqueça de conferir os vinhos orgânicos selecionados a dedo pros clientes.

Bares:

Zinque

O Zinque poderia estar na categoria de cima por ser um restaurante muito gostoso, mas como o clima dele é mais de bar, vou deixá-lo por aqui. Com um cardápio cheio de tapas caprichadas e vinhos diversos, ele tem aquele pegada mais européia, mais sussa, luz de velas e todo romantiquinho.  Um dos meus bares favoritos. Vale dar uma conferida, principalmente no fim do dia. Existe uma versão do bar ainda mais charmosa em Melrose.

The Otherroom

Eu aconselho ir no Otherroom depois de qualquer um dos acima pra tomar uma boa cerveja ou vinho. Eles têm um cardápio de cerveja gigante, e seu eu fosse você, me aventuraria nas cervejarias locais. Uma cerveja mais gostosa do que a outra.

The Brig

Quer um bar pra divar e dançar até o chão? O The Brig é o queridinho dos angelinos há mais de 60 anos. Sempre com muito hip hop, o pequeno e escuro bar de esquina, é diversão garantida até `as 2 da manhã. (Hora que todos os bares por aqui fecham).

Cafés

Eu falei um pouco dos restaurantes e bares, mas não podia esquecer dos famosos cafés. Na Abbot Kinney eles são uma experiência a parte, super bem frequentados e deliciosos, eles merecem 5 minutinhos da sua atenção.

Intelligentsia Coffe

Lugarzinho estiloso cheio de escritores com seus laptops abertos e atores treinando seus papéis. Tem bem a cara de LA, e por isso, tem também toda a preocupação com o meio ambiente. Vale a pena conferir.

Blue Bottle Coffee

Pra disputar o prêmio de cafeteria mais queridinha de Venice contra o Intelligentsiatem o o café mais famoso da California, Blue Bottle Coffee. E meus amigos, a briga aqui é de gigantes. Se eu fosse você conferiria os dois e mandaria aqui o seu voto 😉

Já falei de comida, drinks, café, o que falta? A sobremesa. E essa dica você vai conferir mesmo de longe, o cheirinho da casquinha do Salt and Straw vai te hipnotizar em qualquer quarteirão da Abbot Kinney. E meu conselho? Deixe se levar.

Salt And Straw

Screen Shot 2017-03-21 at 3.32.57 PM

O sorvete que veio de Portland chegou pra ficar. Entre sabores inusitados e clássicos, você não tem como errar, entre na fila e lamba os dedos. Tudo é super bem feito e saboroso. Pra mim, não é o melhor sorvete de Venice e sim de Los Angeles toda.

Lojinhas

Bom, a Abbot Kinney tem uma lojinha seguida da outra. Todas lindas e a maioria caríssima, mas vale a pena a passeada. Vou colocar aqui 3 lojas que são pit-stops no mínimo interessantes.

BURRO

Belo nome, né?! A loja é bem bacana, cheia daquelas quinquilharias incríveis que você quer enfiar na mala e levar pra casa. Tudo fofo, tudo estiloso, tudo engraçado, os livros, então, nem se fala. Um bom lugar pra comprar um souvenir não óbvio.

Toms

Você já deve conhecer a Toms, mas na Abbot Kinney vai ter uma bela surpresa ao se deparar com uma loja-café estilosíssima. O povo vai pra lá ter reuniões, falar de negócios, bater papo e ainda de quebra podem comprar um sapato e ajudar alguém que precisa, afinal a loja promete doar um sapato toda vez que um é comprado.

venice_store_featured_4t

Warby Parker

Outra loja que também tem a mesma filosofia da Toms é a Warby Parker. Toda vez que alguém compra um óculo, outro é doado para quem precisa. E a loja tem um monte de opções bem bacanas por um preço bem justo. Lojinha do coração.

Além de tudo isso, a rua ainda é cheia de pequenas galerias de arte, grafites e instalações. Então não deixe de se aventurar pelos becos e conferir muro por muro. Esse por exemplo (abaixo) é um Vhils lindo que não pode passar despercebido.

A última dica do post: toda primeira sexta feira do mês a rua tem um pequeno festival e fica repleta de foodtrucks. Na verdade trucks em geral, não são todos que vendem comida, alguns vendem  outras coisas, como esse por exemplo que vende flores. O evento é super gostoso, principalmente no verão, não perca!

Pra saber mais, clique aqui.

Bom, com restaurantes deliciosos, bares animados, lojas lindinhas, arte por todo lado e ainda o povo mais bonito de LA nas ruas (sem brincadeira), arrisco dizer que o amor está no ar, não tá?

passaporte-sergio

Equador em síntese: País pequeno e plural, do povo amigo e receptivo. Do Cotopaxi e do Chimborazo; Das Galápagos e de Montañita; Dos esportes radicais e das lagunas; Da Amazônia ao Pacífico; Do Tigrillo e do Yapingacho; Do futebol à sua maneira; Do camponês e de Ingapirca – Da metade do mundo!

Continue Lendo

passaporte-sergio

A Insustentável Leveza de Ser Latino-Americano!

Muitos brasileiros vêm buscando viajar mais pela América do Sul ultimamente, principalmente frente à importante desvalorização do Real perante às principais moedas fortes. O fato é que mesmo com o aumento no interesse, infelizmente ainda não damos o devido valor à nossa região muito provavelmente pelo que mostram os nossos programas de televisão sobre tais países, ou até pelo compreensível medo do desconhecido.

Continue Lendo

Cá estamos nós no primeiro mês do ano. Junto com ele vêm as promessas de uma nova vida, novos objetivos a serem alcançados. A esperança de um 2015 melhor do que 2014. Hora de parar para pensar no que deu certo, no que deu errado, no que é preciso mudar nesse novo ano que vem por aí. Promessas de ver mais os amigos, ficar mais com a família, adotar hábitos mais saudáveis, praticar exercícios físicos e, é claro, viajar mais e mais e mais. E por que não reunir todas essas promessas em uma só? Como?

Continue Lendo

Felipe e eu somos dois paulistas sortudos. Sempre pudemos frequentar boas escolas e usufruir do conforto e da segurança oferecidos pelos nossos pais. Pudemos até escolher pra qual faculdade ir, eu escolhi direito e ele administração. Nunca nos faltou nada.

Eu trabalhava como advogada em um grande escritório de São Paulo e o Fe na áreade marketing  de uma multinacional conhecida. A gente parecia estar seguindo o caminho certo… Aquele de ter um bom emprego, comprar uma casa, um carro, ter filhos e continuar trabalhando duro pra conseguir bancar tudo isso.

Continue Lendo

 

E Eslovênia é apaixonante, um dos lugares mais surpreendentes da Europa e, com certeza, a cerejinha desse bolo chama Postojna.

Um conjunto de mais de 20 quilômetros de cavernas recheadas de estalactites, estalagmites e colunas com milhares de anos. Uma mistura de Indiana Jones, com Bat-caverna e alguma pintura surrealista que, com certeza, vale a sua visita. Não tem quem não entre, olhe para cima e respire fundo abismado com tamanha beleza.

Continue Lendo

1 2 3 39 Página 1 de 39